Buscar
  • Ney Broker

Cabine do Marinheiro: Um espaço esquecido na maioria dos barcos

Atualizado: 29 de dez. de 2021


Em 1989 eu trabalhei em uma Oceanic 32 e dormia todo “torto” no porão de popa, atras do motor e as vezes no salão do barco, tinha sempre que ser o último a deitar e o primeiro a levantar, e… ainda tinha que arrumar tudo antes do chefe acordar.





Dormia mal e trabalhava o dia todo indisposto. Ja na ferretti 50 que trabalhei posteriormente, tinha até cabine, mas o espaço era muito pequeno , mal dava para se mexer, e na hora de dormir a sensação que eu tinha era de estar deitado em um caixão com ar condicionado.


Alguns donos de estaleiros chegaram a me contar que a falta de um bom projeto para as cabines de marinheiro dava-se muitas vezes pelo desinteresse dos proprios marinheiros que preferiam dormir em outros locais do barco, como por exemplo no Flybridge, isso por ser o local de “vigia” mais seguro do barco (enquanto o mesmo estava fundeado).


Ja os Marinheiros alegavam que as cabines eram pequenas e mal projetadas, camas curtas e estreitas e a maioria das cabines não tinham se quer ar condicionado, por isso preferiam dormir do lado de fora da embarcação e usavam a cabine como deposito para colocar as “tralhas” do barco.


Felizmente, de um tempo para cá, parece que estaleiros e marinheiros começaram a se entender, e agora os engenheiros estão dando mais atenção para a cabine do marinheiro. E conseguem, nesses novos projetos, dar vida, conforto e luxo em pequenos espaços da embarcação para dar mais privacidade e acomodar melhor de um a quatro marinheiros.


Certo, que quanto menor o barco, menor é a cabine. Mas, a tripulação pode contar nestes pequenos espaços com cama de solteiro com opcional de up grade para casal ou beliche, banheiro completo com vaso sanitário elétrico , guarda trecos, armario, ar condicionado, interfone, TV de LCD, DVD e até sinal de TV via satélite e Internet.


Algumas até com maquinas de lavar e secar roupas, microondas e frigobar.


Nos barcos acima de 72 pés o negócio muda de figura, já que é possível a instalação de uma cozinha completa, guarda roupas e um camarote extra para tripulante feminina.

Vai aqui uma dica importante: apesar do chefe e dos convidados não acessarem essas cabines, não podemos deixá-las abandonadas ou bagunçadas, por isso devemos cuidar como se fosse o quarto que dormimos no dia a dia da nossa casa.


Transforma-la em um deposito seria a mesma coisa que passar uma imagem de um marinheiro desorganizado e relaxado.


Imagine (se um dia) o dono do barco resolve mostrar a embarcação para os amigos dele e quando chegar na sua cabine dar de cara com aquela bagunça?

Um abraço e um bom pernoite!


Foto: Cabine do Marinheiro da Intermarine 600 Full

63 visualizações

Posts recentes

Ver tudo